Datas espirituais

28/set/2019 - Explore a pasta 'Frases Espirituais' de Katia Cilene, seguida por 117 pessoas no Pinterest. Veja mais ideias sobre Frases espirituais, Espirituais, Frases. Os Exercícios Espirituais são uma experiência de oração e discernimento, em clima de silêncio, com a ajuda de um orientador, procurando a vontade de Deus a nosso respeito, para assim poder viver a “em tudo amar e servir“. O itinerário fundamental destes exercícios é uma herança de Santo Inácio de Loiola, fundador da Companhia de … Saber mais Datas Espirituais. Datas Espirituais Especial Páscoa. 20 de abril de 2019. Datas Espirituais Sexta-feira da Paixão. 18 de abril de 2019. Datas Espirituais São Valentim o Mago do Amor. 14 de fevereiro de 2019. Datas Espirituais. Dia dos Mortos, O que isso Representa? 1 de novembro de 2018. 132. Ideal para desfrutar de alguns dias de descanso, com percursos pedestres, passeios de barco, passeios a cavalo e retiros espirituais. Os retiros no ComVida Quiaios são excelentes graças á sua envolvente natural e tranquilizante. Datas Espirituais. Datas Espirituais Sexta-feira da Paixão. 18 de abril de 2019. Datas Espirituais A origem do Halloween e o Festival Samhain. 30 de outubro de 2018. Datas Espirituais Especial Páscoa. 20 de abril de 2019. Datas Espirituais. 2 de Fevereiro Dia da Mãe das Águas ... Atividades Espirituais. Atendimento Público . O atendimento ao público é realizado pelo ATENDIMENTO FRATERNO que se constitui na “porta de entrada” da maioria dos que chegam à Casa Espírita. ... Confira no nosso calendário as datas e venha nos fazer uma visita. Conheça Datas Comemorativas / Oração/ Reza/ Novena / Semana Cigana / Simpatias / Trabalhos Espirituais / Umbanda Oração para conquistar seu amor com ajuda das Entidades Ciganas Confira hoje uma poderosa oração para conquistar seu amor com a ajuda das Entidades Ciganas e todo o poder sedutor, magia e axé dos ciganos. Enigmas Espirituais. Campinas - SP ... Página inicial > Datas Comemorativas. Datas Comemorativas. A verdadeira origem do Papai Noel 14/12/2015 22:38. Para explicar a origem do Natal e do Papai Noel, trago uma entrevista de Elke Maravilha, dada em 2010 ao programa de Amaury Junior na rede TV. Transcrevo suas palavras, mas sugiro ouvi-las ditas ... Agenda retiros espirituais 2020 Informações gerais DATAS DOS PRÓXIMOS RETIROS 2020 Entradas: Sábado entre as 9h30 e as 10h30 Saídas: Domingo às 18h00----xxx---Retiro Espiritual Descobrindo a Meditação os Chakras e o Karma 17 a 18 de Outubro Consultar programa---xxx---Retiro Zen o Despertar do SER 3 e 4 de Outubro 21 a 22 de Novembro DATAS DOS PRÓXIMOS RETIROS ESPIRITUAIS 2020 Retiros de Agosto 2020 Retiro terapêutico de meditação 22 de Agosto a 23 de Agosto 29 de Agosto a 30 de Agosto consultar programa----xxx---Retiros espirituais 2020 Setembro Outubro Novembro Retiro Espiritual Descobrindo a Meditação os Chakras e o Karma 5 a 6 de Setembro

Meditação: os benefícios para o cérebro de quem pratica

2020.02.01 02:39 giseldamaria Meditação: os benefícios para o cérebro de quem pratica

Meditação: os benefícios para o cérebro de quem pratica

O cérebro da meditação

Você medita? Não? Deveria. Os efeitos dessa prática no organismo e no comportamento humano têm sido muito estudados na atualidade, apesar de a meditação ser praticada há milênios, nas filosofias espirituais do Oriente.
Para alguns autores, a meditação é uma espécie de “treino da atenção plena à consciência do momento presente”. Estudos também consideram que, na meditação, “a interpretação dos fatos é mais importante do que os fatos em si”. Fato é que essa prática tem contribuído de forma significativa para a evolução e desenvolvimento em diversos âmbitos da vida dos praticantes.
Trata-se de um exercício interior, um momento de concentração profunda, que “coloca em contato com o equilíbrio geral”, como explica a psicóloga que trabalha com meditação há 5 anos Paula Baccelli. A técnica constitui uma grande variedade de práticas que visam a um treinamento mental, cujo intuito é “educar” a mente; isto é, desenvolver e aprimorar habilidades para lidar melhor com as emoções e conviver melhor consigo mesmo.
https://preview.redd.it/n8am5tsqu7e41.jpg?width=600&format=pjpg&auto=webp&s=9f79fe09f8c6199fc681211415212d524afdec6b
Existe até uma modalidade denominada Meditação Emocional.
Dentre os diversos benefícios já observados em praticantes da meditação, é importante destacar a grande influência em mudanças comportamentais.
Estudos mostram que a meditação também pode auxiliar na diminuição de pensamentos distrativos e ruminantes, na melhora da atenção, na saúde física e na qualidade das relações familiares e profissionais.
Outras pesquisas também apontam que pessoas que praticam meditação há mais tempo e com regularidade se mostraram mais alegres, estáveis emocionalmente, confiantes e tranquilas.
Para Baccelli, os benefícios são diversos e imediatos. Para além de um mergulho profundo em si mesmo e uma percepção mais holística da vida, temos:
  • redução dos níveis de estresse;
  • aumento da capacidade de concentração;
  • aumento da capacidade de memorização;
  • desenvolvimento do raciocínio lógico-matemático;
  • desenvolvimento da criatividade;
  • redução significativa da violência;
  • equilíbrio do campo emocional;
  • redução da dor crônica;
  • redução da ansiedade generalizada;
  • aumento da imunidade.

Qualquer prática pode ser considerada meditação?

Não. Foram definidos elementos (atualmente aceitos pela ciência) para caracterizá-la; são eles: uso de técnica claramente definida, com foco em atenção e produção de relaxamento muscular e psíquico com redução do pensamento lógico.
A psicóloga também explica que “há um movimento básico indispensável para qualquer prática meditativa, que envolve respiração, concentração e postura“. Assim, a meditação trabalha a mente e o corpo. É uma ginástica que não requer muito tempo: bastam 15 minutos e um pouco de persistência e regularidade para ver, cada vez mais, mudanças em sua vida.

Os tipos de meditação

Várias são as modalidades: Zazen, uma meditação zen-budista que estuda o self; Kinhin, praticada quando se está fazendo caminhada, concentrando a atenção nos pés ao pisar; meditação transcendental, que provém das tradições hindus e consiste em repetir um som para si, para que o foco de sua mente vá para ele. Além disso, tem-se a meditação guiada, caracterizada pela formação de imagens que acredita-se serem relaxantes; o Qi Gong, prática que combina meditação, relaxamento, exercícios físicos e de restauração para manter o equilíbrio; Tai Chi, uma forma de artes marciais chinesas; a Ioga, na qual são utilizados exercícios de respiração e postura para acalmar a mente e desenvolver um corpo mais flexível, dentre várias outras.
Já a Meditação Emocional é um método de meditação em 5 passos que busca a consciência plena e o equilíbrio emocional.
Por outro lado, um artigo recente de Menezes e DellAglio ilustra os tipos de meditação, conforme a literatura científica, em dois tipos: concentrativa e mindfulness. A primeira é caracterizada pela atenção em um determinado foco, como a respiração. Já a meditação mindfulness é caracterizada pela “consciência da experiência do momento presente, com uma atitude de aceitação, em que nenhum tipo de elaboração ou julgamento é utilizado. À medida que estímulos internos ou externos atingem a consciência do praticante, este simplesmente os observa e, assim como surgiram, deixa-os sumir, sem qualquer reflexão ou ruminação” (Shapiro et al., 2005).

https://preview.redd.it/b6sb76mxu7e41.jpg?width=306&format=pjpg&auto=webp&s=cc981a3a5d76365128e6f96906935f08bd963f48

Como o cérebro reage quando estamos meditando

O nosso cérebro reage – e por sinal, muito bem – às práticas meditativas. Diversos pesquisadores têm se dedicado ao estudo de como a meditação interfere não somente no comportamento humano, mas na saúde física e no funcionamento do cérebro.
Estudos mostraram que ela pode ativar certas áreas cerebrais, como aquelas relacionadas ao bem-estar. Isso se deve à plasticidade do cérebro; isto é, ele possui a capacidade de desenvolver novas conexões, na medida em que é estimulado. A meditação é um desses estímulos e, de acordo com o tempo e regularidade da prática, os efeitos cerebrais/físicos/comportamentais podem ser ampliados.
Alguns estudos demonstram alterações neurofisiológicas específicas quando a pessoa está meditando, como a redução do consumo do oxigênio, o que indica, por consequência, uma diminuição do metabolismo. A conclusão é de que a prática propicia um padrão de hipometabolismo basal, apesar do estado de alerta em que a mente se encontra.
A conclusão de um estudo da Universidade Nacional da Singapura (NUS) mostra algo interessante: nem todas as práticas meditativas produzem os mesmos efeitos na mente e no corpo. A pesquisa revelou que alguns tipos de meditação budista suscitam efeitos diversos; um deles, por exemplo, produzia atividade parassimpática (relaxamento) aumentada, enquanto outro nem passava perto, ativava o sistema simpático.
Outra descoberta consiste na verificação de que a prática meditativa associou-se à ativação do córtex pré-frontal esquerdo, o qual está relacionado a afetos positivos e a maior resiliência.

https://preview.redd.it/wg2wfz74v7e41.jpg?width=680&format=pjpg&auto=webp&s=f9d15f161512a29f14a21e5c1f27b40cabeee20a

Mais atenção, mais concentração

Os estudos ainda vão além. Pesquisas compararam a espessura do córtex cerebral de meditadores mais experientes com o de pessoas de um grupo controle. Conclusão? A espessura da área relacionada à atenção era maior nos praticantes de longa data.
Segundo o artigo de Menezes e DellAglio, “por meio do Exame de Tomografia Computadorizada por Emissão de Fóton único (SPECT, sigla em inglês) (Newberg et al., 2001) e por medição de ondas gama (Lutz et al., 2004), verificou-se que meditadores budistas experientes tinham respostas cerebrais que indicavam um poder significativamente maior de concentração, em comparação com o grupo-controle”.
As pesquisas também mostraram que certas características que se manifestam por meio da meditação podem ser explicadas através da atividade neuroelétrica. Assim, ilustraram, por meio da eletroencefalografia (EEG), um aumento da produção de ondas teta em meditadores mais experientes.
Em tempos nos quais vivemos “correndo”, meditar é mais que um bom caminho, é essencial para aprendermos a “correr” com qualidade e sabedoria. Mas, será que, no caso da meditação, a frase popular “tudo que é demais passa” vale? “Duvido!”, afirma Bacceli. “As pesquisas provam a sua eficácia e como prática milenar não faz parte de modismos passageiros. Não há contra indicação”. Portanto, não hesite! Medite.

https://preview.redd.it/s145awgdv7e41.jpg?width=605&format=pjpg&auto=webp&s=0877c400b1dba34301d610011dad216e37bf0f1a
submitted by giseldamaria to u/giseldamaria [link] [comments]


2019.10.31 06:59 Feiquidoi FINADOS NA VISÃO ESPÍRITA

Todos os anos, na época em que se aproxima o dia de finados, muitas pessoas questionam nós espíritas, querendo saber se devem ou não ir ao cemitério? O Espiritismo é uma doutrina educadora e libertária. Ela não nos proíbe e nem exige nada de ninguém, apenas nos informa em relação as leis da vida e seus mecanismos, para que, depois, cada um faz aquilo que sua consciência permitir ou determinar.
Nesse sentido, o Espiritismo esclarece-nos quanto aos aspectos mais profundos do entendimento existencial. Considera com muita propriedade que no túmulo não é o lugar que os espíritos moram ou ficam. Dependendo da data do sepultamento, às vezes, nem corpo existe mais ali.
Sabemos com nossa doutrina e com os posicionamentos dos Benfeitores Espirituais, que os espíritos de nossos entes queridos e amigos, assim como todos os demais espíritos, estão muito vivos e ficam, geralmente, à nossa volta com os quais nos acotovelamos todos os momentos. Ninguém morre. Deus não tem nenhum filho(a) morto(a). Todos vivem e se não estão materializados conosco estão vivendo em algum lugar nesse imenso Universo, que é a casa do Pai, onde, segundo Jesus, existem muitas moradas.
Cabe a nós espiritualistas, nos libertarmos dos atavismos firmados no período do entendimento da fé cega e, agora, sabedores das verdades espirituais novas, assimilarmos esses conhecimentos e criar novos hábitos para exaltarmos a vida e não a morte das pessoas que amamos e por elas somos amados.
Racionalmente, chegamos a conclusão que o cemitério não é o melhor lugar para os espíritos nos reencontrar e serem homenageados, sobretudo se tiverem recém-desencarnados. A aproximação deles junto do lugar onde estão os seus despojos carnais ainda trarão a eles um desconforto e constrangimento muito grande. Muitos nem suportam ficar ali por perto por muito tempo.
Existe uma maneira muito singela, amorosa, fraterna que podemos habituar a fazer para que os espíritos familiares e amigos possam sentir lembrados e homenageados por nós, não só em finados, mas todos os dias: uma prece sincera em favor da harmonia, paz e de que estejam felizes ao lado da família espiritual deles.
Podemos também colocar em nossos lares e/ou local de seu antigo trabalho, um recadinho do coração, uma flor perto de um porta retrato com a foto do desencarnado. Assim sentirão lembrados, amados e fortalecidos por ver que estamos exaltando a vida e não a morte.
Sempre virão ao nosso encontro os espíritos dos nossos parentes e amigos desencarnados? Não! Muitos deles, demoram para aproximar dos entes queridos que ficaram na Terra, pois isso depende das condições espirituais em que se encontram e das possibilidades de vir junto dos familiares e amigos. Outros nem querem vir, pois muitas vezes nossos sentimentos não são sinceros, e o Espírito não se interessa por essa hipocrisia, eles veem muito mais pelo pensamento e sentimento puro.
Sabemos que tudo o que se faz no cemitério, não passa em muitos casos de demonstração de posses materiais. Seja para demonstrar para a sociedade uma atitude de respeito, às vezes desprovida até de sinceridade.
Portanto, todos são livres para fazer o que acham que devem, principalmente sendo de coração aberto e sincero, numa legitima demonstração de amor.
Então. Que tal aprendermos a referendar os nossos mortos-vivos em nossa casa recolhidos com a família e em prece proferida com sentimento? Aproveitar a oportunidade de amor e carinho entre os que ainda estão encarnados para mostrar a harmonia e a fraternidade dos descendentes que possibilitam um sentimento mais elevado ao desencarnado.
Preciso ainda lembrar que muitos espíritos que se encontram no Mundo Espiritual não ligam a mínima para certos fatos que a nós encarnados enche de orgulho, pois, muitos deles, estão acima das nossas conveniências e ilusões terrenas.
Uma pergunta para encerrar nossa reflexão. Quando você partir desse mundo, onde você gostaria de ser lembrado e reencontrar com os seus amigos e familiares, no cemitério ou em um lugar que só te inspira boas lembranças?
Então vamos lembrar de nossas almas queridas, exaltando a vida e não a morte. Recanto de Paz
submitted by Feiquidoi to Espiritismo [link] [comments]


2019.07.18 20:51 olavowalter Meu quiroprata conheceu o Leonardo Da Vinci numa sessão espírita

Tenho dores na lombar, geralmente agravadas pelo estresse, e por isso costumo chamar um quiroprata de tempos em tempos. Esse cara é daqueles que tem o hábito de falar sem parar e over-explicar as coisas, mas ajuda bem nas minhas dores e o preço é okay.
Só que dessa vez ele puxou a coisa pro lado do espiritismo e engatou a falar do corpo físico e do ser. Entrei na besteira de perguntá-lo sobre a tal data-limite do Chico Xavier, já que eu ouvi falar que tinha a ver com o fim do mundo – não tenho a mínima ideia de kardecismo. Ele me explicou, então, que não é bem o apocalipse, que a religião católica crê que o mundo vai acabar para chegar Jesus Cristo, mas que, segundo Chico Xavier, a tal data-limite foi uma espécie de pacto selado após a 2ª Guerra Mundial entre os guardiões espirituais dos planetas e Jesus (que é o guardião espiritual da Terra), pois eles queriam isolar espiritualmente o nosso planeta, mas Jesus pediu para segurar essa coisa aí até este sábado (20/7/2019) e que se não tivesse nenhuma Terceira Guerra mundial, aí a Terra alcançaria outro estágio espiritual.
A partir daí, ele veio explicando sobre os diferentes níveis de evolução, que tem uma coisa chamada mundos felizes, cujo nome achei um pouco ingênuo, e que não tem inferno e céu, mas que tem reencarnação, que é algo comprovado cientificamente o fato de termos vivido várias vidas e carregarmos isso e que somos espíritos separados, com personalidades meio atemporais. Nessa hora me acendeu um alerta, eu falei, peraí, não acredito nisso não, e tentei explicar minha leitura espiritual da vida.
Me considero ateu ou agnóstico, fui criado num dogmatismo católico que reneguei completamente e, não que eu gaste muito tempo pensando nisso, mas vejo as coisas como interconectadas de alguma forma, que vibramos na mesma frequência e que por causa do big bang somos formados pelos mesmos elementos – ou seja, repetimos padrões de pensamento que no fundo vêm de um mesmo lugar, que esse mesmo lugar pode ser o tal deus, mas que não tem nada de consciente, que todo mundo quando morre volta para a natureza sem estar mais preso a um corpo e rola uma comunhão com a terra, por isso devemos respeitar o que é diferente, pois no fim tudo é igual, mas não sabemos porra nenhuma. Aí o cara surtou e começou a falar mais ainda, que eu estava confundindo os conceitos, que existe inconsciente coletivo (eu já li O Homem e Os Símbolos de Jung, mas preferi ficar calado, afinal não era nem 8 da manhã direito), que é quando você sente que uma pessoa está triste e fica triste também (no meu entendimento isso é empatia, não tem nada a ver com inconsciente coletivo).
Ele então me perguntou, “e sua mãe, quando ela morre, pra onde você acha que vai?”, aí eu falei, “sei lá, vira vento, terra, árvore”, era uma metáfora, mas logicamente o quiroprata não entendeu, ficou meio nervoso, começou a balançar a cabeça e gargalhar e falar que eu tinha fumado maconha estragada, que quando eu morresse e abrisse o olho do outro lado eu ia ver que não era assim – e me perguntou o sentido de o homem ter criado religiões. “É para aplacar o desespero com o fato de tudo acabar após a morte”, rebati, mas ele não aceitou e continuou com o papo de espíritos, falou das crianças indianas que com 7 anos tocam sinfonias do Beethoven sem saber ler partitura e que isso é uma evidência que nas vidas passadas eles eram músicos ou coisa do tipo (eu disse que eram gênios ou superdotados), que tudo se acabar numa só vida não tem sentido (achei particularmente forçado esse ponto de vista, agora penso que acabou justificando a minha explicação). E ele continuava falando que eu misturava conceitos, que isso que eu penso de vir tudo do mesmo lugar é irracional, que não tem lógica, que a gente tem que se perguntar o que vem antes do big bang, que um cara psicografou um livro nos anos 50 citando três elementos químicos que não estavam na tabela periódica e só foram descobertos décadas depois...
Enfim, já estava ficando cansativo, mas o cara não parava. Eu particularmente não sabia que os espiritistas podiam ser tão intolerantes com uma opinião contrária, e mesmo que eu tivesse colocado meu ponto de vista de forma sutil, ele parecia estar disposto a uma cruzada contra a minha forma de pensar diferente da ideia dele (de que somos indivíduos pré-definidos pela eternidade). Também acabei deixando de perguntar porque tem gente sofrendo, sendo escravizada e se ferrando de todas as formas, porque no fundo evitei a fadiga de ouvir que era justificável por causa de alguma vida passada ou espírito ou planeta ou mundo infeliz (posso estar errado disso, mas parecia estar muito bem embutido naquele pacote todo).
Então ele me contou das experiências deles, das sessões, de artistas mediúnicos que psico-pintam quadros, contou de ter visto baixar um espírito num medium que fez uma escultura com a cara de Jesus Cristo, que, segundo ele, "era igualzinho o Cristo mesmo, como você explica isso". Pensei em catarse, em alucinações, esquizofrenia e me perguntei que Jesus seria esse, aquele de olhos azuis e cabelos loiros ou o com traços árabes ou negros, mas tampouco retruquei, porque afinal a maconha estragada era a minha e não dele. Foi aí que veio a cereja no bolo.
Ele disse que estava numa sessão mediúnica uma vez e viu, atrás da mesa, três pessoas. Essas pessoas foram se aproximando e uma delas disse a ele: "Viemos ver o trabalho que estão fazendo aqui, e estamos orgulhosos". Então ele perguntou quem era e o tal sujeito, que era um espírito, disse que era o Leonardo. "Da Vinci", o quiroprata completou, e disse que era tudo explicado pela lógica e que meus conceitos estão errados e que eu não sei de nada.
Fiquei o resto da manhã encucado com a intolerância e com essas e justificativas alucinógenas, que no fundo me pareceram tão conformistas e passa-panistas com as injustiças e disparidades quanto o catolicismo clássico.
Caso haja algum adepto por aqui, me responda: O ESPIRITISMO É UMA RELIGIÃO INTOLERANTE? Nunca achei que fosse, mas praticamente mudei de ideia hoje.
submitted by olavowalter to brasil [link] [comments]


A próxima data de Chico Xavier: 2057, a Nova Era - YouTube Dons Espirituais Data Limite Segundo Chico Xavier [CM+P] - YouTube Exercícios ESPIRITUAIS PARA Total Consagração à Nossa ... Natal no mundo espiritual Três poemas espirituais, de Pedro Teixeira da Mota, diferentes datas, lidos e comentados no fim. Ataques espirituais A DATA LIMITE: Chico Xavier, Brasil dividido em 4, 2019 ... Batalha Espiritual aliança entre um homem e uma mulher

Exercícios Espirituais - 3 dias - Casa de Exercícios de ...

  1. A próxima data de Chico Xavier: 2057, a Nova Era - YouTube
  2. Dons Espirituais
  3. Data Limite Segundo Chico Xavier [CM+P] - YouTube
  4. Exercícios ESPIRITUAIS PARA Total Consagração à Nossa ...
  5. Natal no mundo espiritual
  6. Três poemas espirituais, de Pedro Teixeira da Mota, diferentes datas, lidos e comentados no fim.
  7. Ataques espirituais
  8. A DATA LIMITE: Chico Xavier, Brasil dividido em 4, 2019 ...
  9. Batalha Espiritual aliança entre um homem e uma mulher
  10. Casos espirituais

Culto de Libertação da Igreja Batista Alameda Data: 28 de abril de 2017 / sexta-feira Pregador: Pr. Marivaldo Paes. Três poemas espirituais, de Pedro Teixeira da Mota, diferentes datas, lidos e comentados no fim. 741 hz Removes Toxins and Negativity, Cleanse Aura, Spiritual Awakening, Tibetan Bowls - Duration: 2:16:00. Music for body and spirit - Meditation music Recommended for you. New Ative agora o ícone do sino para receber todas as atualizações do canal! O Natal no mundo espiritual, é muito parecido com o daqui da Terra. Nossos entes queridos, também comemoram e se ... Lançamento: Agosto de 2014 Por: Pozati Filmes + Cinemakers Direção: Fabio Medeiros Roteiro: Juliano Pozati e Rebeca Casagrande Gênero: Documentário Duração: ... Entenda como surgiu a história da Data Limite de Chico Xavier de 2019 e, segundo a mesma teoria, o que vai acontecer com a Terra nos próximos anos até a Nova... A DATA LIMITE de Chico Xavier prevê acontecimentos impactantes para 2019. E se for verdade? Vou te contar tudo sobre isso, mas antes, deixe seu like e inscre... Pregação ministrada pelo Pr. Ubirajara Gomes, com o tema: ' Dons Espirituais '. Data: 25 de Agosto de 2019. Local: Igreja Batista Missionária da Independência. Poderoso efeito borboleta para elevar a vibração e limpar positivamente sua aura - Butterfly Effect - Duration: 3:03:03. Visualize Recommended for you Exercícios Espirituais para a Total Consagração à Nossa Senhora. Nesta série você encontrará áudios para meditações dos 30 dias de exercícios espirituais par...